quinta-feira, 12 de novembro de 2009

O VELHO GRAÇA E A LIBERDADE


"Liberdade completa ninguém desfruta: começamos oprimidos pela sintaxe e acabamos às voltas com a Delegacia de Ordem Política e Social, mas, nos estreitos limites a que nos coagem a gramática e a lei, ainda nos podemos mexer"

Graciliano Ramos (1892-1953), Memórias do Cárcere

Nenhum comentário:

Postar um comentário