quinta-feira, 9 de setembro de 2010

ÀS VEZES UM CHARUTO É SÓ UM CHARUTO

Groucho Marx
Demi Moore
Claro, um charuto não é um clube. Charuto, aliás, não é nem brinquedo, nem trabalho: charuto é coisa séria. Um bom fumante, como um bom amante, sempre completa o tempo com seu charuto. Por isso fuma em interiores: não fume o seu charuto no ar morno da noite estival. Nem mesmo para dar uma volta ou para levar o cão até o poste mais próximo. Os charutos são como os gatos: do lado de dentro da porta, em uma cômoda poltrona, no inverno e diante de um fogo acolhedor, no verão perto de uma janela aberta. Mas é bom que você se afaste tanto da calefação quanto do ar-condicionado – e, claro, que esqueça o televisor. O charuto cria suas próprias imagens, e as fotos de um filme ou de um show podem interferir em sua difusão”

Cabrera Infante

“O tabaco sempre deve ser fumado em função do ócio do fumante e não ao ritmo da atividade ou da conversação. Foi somente a partir da introdução do cigarro na Europa que os homens (e as mulheres) puderam trabalhar e fumar o mesmo tempo. Tanto os charutos quanto os cachimbos devem ser desfrutados em paz e tranqüilidade”

Guillermo Cabrera Infante, Fumaça Pura

Nenhum comentário:

Postar um comentário