quarta-feira, 27 de julho de 2011

OS DEFENSORES DO OCIDENTE

O extremista norueguês Anders Breivik não é louco nem desajustado, como mostrou seu "manifesto"; é um fanático e assassino, assim como Hitler, Mussolini, Ante Pavelic e Radovan Karadzic. É preciso parar com essa estultice politicamente correta de medicalizar a política e dar nome aos bois. O argumento da insanidade de Breivik é uma manifestação do desconforto pelo fato de ele ser "igual" a nós (branco, ocidental e cristão)... Não dá pra esquecer que a xenofobia europeia contemporânea, mesmo aquela que se apresenta com "face humana", é herdeira direta do nazi-fascismo, com a única diferença que trocou a demonização de judeus pela de muçulmanos. 
  
Deu na BBC Brasil:


"Deputado italiano elogia ideias de atirador norueguês

O deputado italiano Mario Borghezio causou polêmica em seu país ao dizer que algumas das ideias do atirador norueguês Anders Behring Breivik são 'boas' e outras 'ótimas'.
Loucos, não; criminosos

O militante de extrema-direita matou 76 pessoas na última sexta-feira, em um atentado a bomba contra a sede do governo da Noruega, em Oslo, e ao abrir fogo contra jovens do Partido Trabalhista (do governo) que se reuniam em um acampamento de verão na ilha de Utoeya.


Membro da Liga Norte, partido de extrema-direita que faz parte do governo de Silvio Berlusconi, e deputado italiano no Parlamento Europeu, Borghezio disse concordar com Breivik "na oposição ao Islã e na sua acusação explícita de que a Europa se rendeu antes mesmo de lutar contra a islamização".


'Algumas das ideias que ele expressou são boas, exceto a violência. Algumas outras são ótimas', disse Borghezio.


Apoio e renúncia
As declarações de Borghezio à rádio Il Sole-24 Ore causaram revolta entre outros eurodeputados e políticos italianos. Membros da oposição já pedem sua renúncia.

A eurodeputada britânica Nikki Sinclaire criticou Borghezio e a Liga Norte, dizendo que seu 'coração está com as vítimas' e que não há 'justificativa' para o massacre na Noruega.


O partido de Borghezio, a Liga Norte, tem base no norte da Itália, é contra a entrada de imigrantes na Europa e é conhecido pelo discurso anti-Islã.

O italiano, no entanto, não é o único político europeu a mostrar admiração pelo atirador norueguês. Jacques Coutela, membro da Frente Nacional, de Jean Marie Le Pen, na França, foi suspenso do partido de direita ao descrever Breivik como 'o maior defensor do Ocidente'.

'A razão para os ataques terroristas na Noruega: lutar contra a invasão muçulmana, que é o que não querem que você saiba' escreveu o francês em seu blog.

Anders Breivik

Por outro lado, Stephen Lennon, líder do partido de extrema-direita britânico Liga de Defesa Inglesa (EDL), condenou os ataques na Europa.

'O que aconteceu em Oslo mostra como as pessoas estão desesperadas na Europa', disse o líder direitista britânico.


Breivik chegou a veicular na internet sua admiração por Stephen Lennon, conhecido pela retórica anti-imigração."



Abaixo, um documentário da BBC sobre o racismo muito bem feito. São quase três horas, mas vale a pena!











Nenhum comentário:

Postar um comentário