quarta-feira, 9 de maio de 2012

O DIA DA VITÓRIA


Tropas soviéticas destroem estandartes nazistas
O dia 9 de maio é Dia da Vitória soviética (Soviet V-Day) ou a capitulação da Alemanha nazista para a União Soviética na Segunda Guerra Mundial – conhecida entre os russos como a Grande Guerra Patriótica. A data refere-se à assinatura do documento de rendição alemã, no final da noite de 8 de maio de 1945 (9 de maio no horário de Moscou). Isso aconteceu depois da capitulação original que a Alemanha anteriormente havia acordado com as forças conjuntas dos aliados na Frente Ocidental. O governo soviético anunciou a vitória em 9 de maio, após a cerimônia de assinatura em Berlim. Filmes da época (ver abaixo) mostram os desfiles militares na Praça Vermelha, os soldados soviéticos queimando estandartes nazistas, a grande festa popular e o marechal Gregori Jukov, comandante e principal herói militar da URSS, desfilando garbosamente na praça em seu cavalo branco. Ele foi muito aplaudido pela multidão. Dizem que o Pai dos Povos ficou enciumado; dois anos depois, Jukov caiu no ostracismo.      
O marechal Jukov desfila em seu cavalo branco em Moscou 
Sem a entrada da União Soviética, teria sido muito difícil aos aliados vencerem a Alemanha nazista. Em 1939, face à política do Ocidente de apaziguar o III Reich(o “espírito de Munique”, quando França e o Reino Unido entregaram a Tchecoslováquia à sanha nazista), Stálin assinou com Hitler um pacto de não-agressão. Embora infame, talvez não houvesse outra saída naquele momento para os soviéticos, cercados de inimigos por todos os lados. Para piorar, Stálin expurgara toda a cúpula do Exército Vermelho em 1938, decapitando a liderança militar do país. Em agosto de 1941, nada menos que 150 divisões de elite da Wehrmacht invadiram a União Soviética em três frentes. Foi uma das maiores operações militares da história. Os nazistas quase chegaram a Moscou, mas os soviéticos resistiram bravamente, chegando inclusive a transportar fábricas inteiras para o interior do país. Leningrado (atual São Petersburgo) ficou 900 dias sob cerco dos nazistas. A contra-ofensiva soviética começou em 1943 em Stalingrado, quando o Exército Vermelho finalmente furou o bloqueio e começou a empurrar as tropas alemãs até chegar a Berlim. Travaram inúmeras batalhas, como a de Kursk, a maior batalha de tanques da história. A guerra custou a vida de mais de 25 milhões de soviéticos, entre civis e militares, e grande parte do país foi destruída. Os Estados Unidos, por comparação, perderam 300 mil soldados.  


O Dia da Vitória em 1945 em Moscou 

PS.: O capitalismo venceu mesmo. Quando você abre este vídeo sobre o Exército Vermelho e a URSS, recebe "spams" de empresas ou sei lá do quê oferecendo "Pretty Women from Russia". É f...   

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário