segunda-feira, 10 de maio de 2010

AS ANTINOMIAS DE PASCAL


"Imagine-se certo número de homens presos e todos condenados à morte, sendo uns degolados diaramente diante dos outros e os que sobram vendo sua própria condição na de seus semelhantes e se contemplando uns aos outros com tristeza e sem esperança, á espera de sua vez. Eis a imagem da condição dos homens"
(Pensamentos)


"O homem não passa de um caniço, o mais fraco da natureza, mas é um caniço pensante. Não é preciso que o universo inteiro se arme para esmagá-lo: um vapor, uma gota de água, bastam para matá-lo. Mas, mesmo que o universo o esmagasse, o homem seria ainda mais nobre do que quem o mata, porque sabe que morre e a vantagem que o universo tem sobre ele; o universo desconhece tudo isso"
(Idem)

Nenhum comentário:

Postar um comentário